# ALTAS ONDAS
acidente1.jpg
A “cereja do bolo”

Em meio a estas ondas perfeitas, pedras e câmera na mão, acabei dando mole e me acidentando feio

07/10/2014 - Thiago Raush



Depois de uma temporada praticamente perfeita, sem contratempos, com belas ondas no currículo, altas imagens produzidas, matérias nos melhores sites, aparição na revista Fluir e matéria publicada sobre o maior swell do ano, fui sofrer o pior acidente da minha vida surfando La Punta, um point de esquerdas perfeitas que fica a 10 minutos de Zicatela.

Era um final de tarde irado, estava com alguns amigos cariocas numa vibe super boa, até fui com minha câmera ECOXcam para registrar alguns momentos dentro d’água... La Punta é uma onda muito extensa e quebra rente a várias pedras, rolando de 1 a 8 pés, um verdadeiro “playground” do surf que não esconde suas armadilhas nem ondas perfeitas.



Em meio a estas ondas perfeitas, pedras e câmera na mão, acabei dando mole e me acidentando feio. Vim surfando minha primeira onda lá de trás do pico, fazendo uma boa linha e filmando tudo. Uma rasgada, outra rasgada, um floater, uma rasgada com a mão da borda e depois um cut back... Ao finalizar o cut back, visualizo a última seção de pedras antes de conectar até a areia, achei que dava para passar, mas, infelizmente não deu! Até tentei sair no limite, mas a onda me puxou e fui parar nas pedras. Depois de dar o primeiro rola, que saí ileso, juntei câmera e prancha rápido para tentar fugir da onda que vinha na sequência. Corri para a parte mais alta da pedra e tentei me agarrar nela, mas a onda me pegou antes que eu conseguisse abraçar a pedra.

Depois de ser arremessado de cima da pedra e sofrer um forte impacto em meu pé esquerdo, consegui sair sozinho e fui até os salva-vidas pedir ajuda, com todos no crowd me olhando meio apavorados. Lembro que quando constatei o real estado do meu
pé, tive que segurar a onda pra não entrar em desespero, pois ainda precisava agilizar tudo para ser suturado o mais rápido possível.



Depois de ser muito bem atendido pelos salvavidas de Puerto Escondido e pelos médicos do Centro de Saúde local, voltei pra casa com 8 pontos no pé esquerdo e 4 no pé direito, além de ter que ficar no mínimo uns 20 dias sem caminhar, de repouso, tomando remédio e com dor.

Junto com a cicatriz e o tempo sem surf, fica a lição de que nunca podemos dar mole dentro do mar, seja na situação mais tranquila, todo respeito e atenção sempre serão muito bem vindos para nossa saúde e segurança. Agora é chegar em casa, se cuidar e caprichar na recuperação para voltar logo ao surf e, principalmente, a caminhar.

Agradecimentos especiais a Deus, que me protegeu e não deixou acontecer algo pior, e aos proprietários da Casa Lunalu, Vandielli Esmael Diaz e sua esposa Maria, onde me hospedo e fui tratado como filho, além dos amigos Ricardo Kjellin, Yana Vaz, Alexandre Takeo, Thiago “Testinha” e Alan Menezes. Obrigado de coração!













# COMEMORATIVA

HQ LONGO DIA DAS BRUXAS GANHA CONTINUAÇÃO
25 anos após o original, história do Batman ganha ...
27/06/2022 -
# SHOWS

PRIMEIROS NOMES CONFIRMADOS NO MDBF GRAMADO
Festival de blues vai acontecer na Caza Wilfrido e...
23/06/2022 -
# RECONHECIMENTO

PREMIAÇÃO PARA ALUNA DA LIBERATO NOS EUA
Sofia Mazin ganha medalha de ouro e bolsa parcial ...
21/06/2022 -
# TROCA

EZRA MILLER DEVE DEIXAR O PAPEL DE FLASH
Problemas pessoais do ator devem forçar a mudança ...
20/06/2022 -
# MAIS TENSÃO

ROUND 6 TERÁ SEGUNDO ROUND
Nova temporada foi confirmada pela Netflix com uma...
15/06/2022 -
# CONSOLE

NETFLIX VAI LANÇAR GAMES DE SUAS SÉRIES
Títulos como La Casa de Papel e Gambito da Rainha ...
11/06/2022 -







ALTAS ONDAS
Por Thiago Raush
É o nosso blog de surf, assinado por Thiago Raush, surfista apaixonado pelo que faz.



# ALTAS ONDAS

Desafio da Vida
Thiago Rausch conta como foi a sua primeira onda gigante
14/08/2014 - Thiago Raush


# CONSOLE
NETFLIX VAI LANÇAR GAMES DE SUAS SÉRIES

# PRÊMIO KILLING
DE MALAS PRONTAS PARA O MÉXICO

# DESENHO
SÉRIE ANIMADA DE GROOT CHEGA EM AGOSTO